Categorias
Reflexão

Guerra às drogas não funciona

Dois argumentos contra a guerra às drogas – que não significam de forma alguma apoio irrestrito ao uso:

É equivocado e sobretudo INGÊNUO acreditar que proibir vai fazer as pessoas pararem de usar. É proibido matar, e o ser humano continua se matando, o que se dirá do uso de substâncias.

É ilógico (insano, pra ser mais honesto) proibir a cannabis e permitir o tabaco; pior, permitir o álcool, que gera efeitos devastadores na sociedade.

Não é muito diferente proibir o uso da cannabis do que proibir o uso da uva para fazer vinho, ou da cana para fazer cachaça.

Minha sugestão é: Permitir o uso, de forma controlada e restrita, mais ou menos como se faz com o tabaco.

Ps.: Não uso, não fumo, acho a maconha um negócio muito fedido. Minha posição é meramente intelectual, pela primazia da liberdade individual de se usar o que se quer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *