Categorias
Reflexão

O preço de estar errado

Tem uma coisa que me deixa imensamente frustrado nessa luta ideológica toda; nessa luta por viver num país que permita um mínimo de prosperidade ao seu povo.

Eu defendo políticas liberais porque entendo que somente o livre-mercado é capaz de trazer prosperidade para uma nação.

Só que eu estou aqui todo f*dido, limitado, sempre na corda-bamba financeira, a beira da quebra.

Por outro lado, vejo pessoas que apoiam grupos políticos de esquerda que defendem políticas intervencionistas, que costumam ser as mais catastróficas para a geração de riqueza em um país; no entanto, essas pessoas estão super bem, vem de famílias abastadas, conseguiram bons empregos públicos, morando em apartamento com sacada de frente pro mar, viajando pro exterior e tudo mais.

Inveja é um sentimento que só me atingiu duas vezes na vida. O primeiro ao constatar que uma paixão da adolescência, que não quis ficar comigo, está financeiramente BEM melhor que eu atualmente. O segundo momento ocorre agora, por esta questão mais… digamos, ideológica.

Como é f*da conviver com o fato de saber que essas pessoas nunca vão experimentar os resultados diretos das ideologias que defendem.

Thomas Sowell descreveu esta situação de forma mais sofisticada ao dizer que “É muito fácil estar errado, e continuar errado, quando os custos de se estar errado são pagos pelos outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *